screen-shot-2017-01-15-at-9-58-05-amVocê já deve ter lido ou ouvido falar que o jogo de xadrez é um jogo de estratégia. Pois bem, isso é verdade. Mas você já parou pra pensar o que quer dizer a palavra estratégia e como isso interfere no jogo de xadrez? Não? Talvez seja uma boa hora agora…
A palavra estratégia vem do idioma grego, στρατηγία, que significa comandar, ou, a arte de comandar uma tropa. Considerando o conjunto de peças de cada cor no xadrez uma espécie de exército, aí já estaria bem implícita uma boa maneira de compreender o que esse conceito representa no que se refere a esse esporte. Durante uma partida de xadrez comandamos um exército e objetivamos destronar o rei inimigo através do xeque mate.


Para concretizar esse objetivo, precisamos formar um pensamento estratégico que considere os conceitos de guerra numa tentativa de adaptação ao xadrez. Apenas para citar alguns exemplos, uma forma de estratégia seria posicionar a sua esquadra na posição inicial para contra-atacar velozmente na ala da dama ou do rei, ou ainda, atacar com tudo, mandando os peões (infantaria) à frente enquanto se posiciona os canhões (torres e bispos) no centro. Aliás, só pra citar um exemplo prático para fundamentar o que seria a concretização dessa ideia, o grande ex-campeão mundial Alekhine certa vez conseguiu uma posição que ficou conhecida como “o canhão de Alekhine”, seguindo lógicas estratégicas similares.
Contudo, atualmente o conceito de estratégia é uma das palavras mais utilizadas na vida empresarial ou trata-se da forma de pensar no futuro, integrada no processo decisório, com base em um procedimento formalizado e articulador de resultados. Isso é possível de ser encontrado no xadrez também, principalmente nos jogos dos GMs que por vezes elaboram planos com cálculos precisos muitas jogadas antes de eles se iniciarem e se concretizarem.
Enquanto jogamos xadrez estamos sempre pensando alguma coisa, é claro, geralmente avaliando, planejando, calculando e depois decidindo e o momento em que as nossas mentes mais se valem de conceitos estratégicos, normalmente é na hora dos planejamentos. Há várias matrizes do xadrez, as quais inclusive, nós estaremos trazendo nesses artigos e a junção de todas elas é que compõe o seu estilo de jogo. Portanto, pode haver um jogador 25% tático, 25% realista, 25% posicional e 25% estratégico, por exemplo, assim como pode haver toda sorte de combinações dessas matrizes formando o estilo de um jogador de xadrez. Um jogador com a configuração citada anteriormente seria talvez o jogador mais equilibrado, nivelando todas elas a um mesmo patamar, mas não necessariamente seria o melhor jogador.
Porém, temos que ficar atentos, pois no xadrez as jogadas podem ser tanto muito complexas quanto podem ser como folhas ao vento dependendo do que estiver em nossas mentes no momento em que movemos nossas peças. Uma jogada pode ser ao mesmo tempo, tática, posicional e estratégica, por exemplo, funcionando com uma arma poderosa nas nossas batalhas. Geralmente quando ocorre um movimento com essa descrição estamos diante de um movimento vencedor, aquele que muda toda a história de um jogo.
Existem diversos tipos de estratégias, baseadas ora em atacar, ora em defender. Um dica interessante seria o seguinte: busque movimentos que ataquem e defendam ao mesmo tempo de forma abrangente, pois esses movimentos são aqueles que mais dificultam a ação do oponente.
#pensenisso!
Movam seus peões!

Alexandre Herzog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s