drag1A Variante Dragão consiste dos seguintes movimentos:

1.e4 c5 2.♘f3 d6 3.d4 cxd4 4.♘xd4 ♘f6 5.♘c3 g6

A Variante Dragão constitui a forma mais lógica e natural da Defesa Siciliana. As Pretas desenvolvem suas peças pelas casas mais ativas. Em particular, seu Bispo “draconiano” vai fianchetar pela grande diagonal, onde exercerá uma considerável influência. O nome Dragão é coerente com o tipo de Xadrez que se produz: agressivo e temido. Esta linha da Siciliana não é para os pobres de espírito!

screen-shot-2017-01-14-at-1-00-49-pm
A Variante Dragão está na ativa há mais de um século. Apareceu pela primeira vez, na década de 1880, pelo renomado teórico de aberturas L.Paulsen, e logo foi adotada por Harry Pillsbury. Atualmente é adotada por diversos jogadores dos mais variados níveis e em 1995, teve seu ápice quando Kasparov a empregou comêxito, em seu match pelo Campeonato Mundial contra Anand.
Ataque Iugoslavo
1.e4 c5 2.♘f3 d6 3.d4 cxd4 4.♘xd4 ♘f6 5.♘c3 g6 6.♗e3
Esta jogada do Bispo, que prossegue o desenvolvimento da ala da Dama, significa que as Brancas planejam jogar o Ataque Iugoslavo. Esta linha, é também conhecida como Ataque Rauzer, foi jogada na década de 30 na URSS, e mais tarde foi refinada por destacados jogadores iugoslavos. Se pode afirmar que o Ataque Iugoslavo é a prova definitiva para a Variante Dragão. As Brancas desenvolvem com rapidez a ala da Dama e roca grande, antes de passar a um ataque extremo ao roque do rival, para um jogador inexperiente, este ataque pode parecer assustador e ficar nervoso.
6… ♗g7
Uma importante observação: atacar o Bispo com 6… ♘g4?? é um erro, pois a resposta 7.♗b5+ ganha material, 7… ♗d7 8.♕xg4 (e o Bispo de d7 está cravado) ou 7… ♘c6 8.♘xc6 bxc6 9.♗xc6+ ♗d7 10.♗xa8.
Defensivamente, as Pretas podem considerar parar o avanço do peão de h rival com … h5. Embora isto permite as Brancas seguir atacando com g4, este avanço pode ser mais difícil de colocar em prática. No momento oportuno, as Pretas podem mover sua Torre para f8, com a intenção de responder a ♗h6 com … ♗h8 o que permitiria conservar seu Bispo “draconiano”, que desempenha importante papel sobre a grande diagonal, tanto defendendo como atacando. Se compararmos com outras variantes da Dragão, o Ataque Iugoslavo é com certeza o mais tático e dinâmico. As combinações de mate e sacrifícios são muito fortes, e ambos os lados jogam em busca do mate. Jogo posicional raramente acontece, mas pode ocorrer em uma seqüência de troca de Damas, que pode ocorrer se … ♕a5 as Brancas respondem, em um certo momento, ♘d5, propondo troca em d2.
Teoria
O Ataque Iugoslavo deve ser a linha teórica mais complexa de todas as aberturas. Os princípios gerais são úteis, mas esta variante possui muitas linhas críticas. Se você se propõe jogar a Dragão, necessita estar bem preparado contra todas as opções das Brancas, o que representa por si só uma árdua tarefa. A recompensa, é que um jogador bem preparado pode colher muitos pontos fáceis.
Estatística
Devido as emoções que se apresentam, o Ataque Iugoslavo é enormemente popular em todos os níveis. A posição do diagrama acima já foi reproduzido, literalmente, em milhares de ocasiões em torneios nacionais e internacionais, com um aproveitamento de 55% em favor das Brancas, ou seja, apenas 1% acima da média habitual. A estatística mais interessante, é que quase 80% das partidas com Ataque Iugoslavo terminam com definição (alguém vence), enquanto que a média é de 65%.
Espero que estejam gostando dos artigos sobre a Defesa Siciliana. Em breve colocarei alguns puzzles no clube com o tema da Variante Dragão. Procurem acompanhar e comentar.

Varela

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s