93e9597fb4A lição básica deste artigo é que inferioridade natural das Pretas é fatal, a menos que possam competir ativamente pelo centro. Uma política de espera, pode dar resultados em algumas partidas, devido a excepcionais razões táticas, mas em geral, é uma estratégia que conduz a derrota.

Para ajudar na nossa explicação, vamos trazer uma partida modelo entre Emanuel Lasker e José Raul Capablanca, jogada em Moscou em 1935, um clássico duelo de titãs, que começou assim:

1.e4 e6 2.d4 d5 3.♘c3 ♗b4 4.♘e2 dxe4 5.a3 ♗e7 6.♘xe4 ♘f6 7.♘2c3 ♘bd7? 8.♗f4! ♘xe4 9.♘xe4 ♘f6 10.♗d3 0-0 11.♘xf6+♗xf6 12.c3 ♕d5

screen-shot-2017-02-02-at-4-45-44-pm

Veremos nos próximos artigos, por que as Pretas deveriam começar a pensar em … c5 ou … e5 na sétima jogada. Neste exemplo, as Pretas poderiam ter se libertado com 7… ♘c6! (poderia seguir com 8.♗e3 ♘xe4 9.♘xe4 e5 10.dxe5 ♕d1+, com igualdade, ou 10.d5 ♘d4! 11.♗xd4 ♕xd5, com vantagem).

13.♕e2!

Esta poderosa jogada demonstra que a prevenção da ruptura das Pretas (… c5), é mais importante que o roque. Traz 13… c5, as Brancas ganham um peão limpo com 14.♗e4! (por exemplo: 14… ♕b3 15.♗d6).
As Pretas podem jogar 13… ♕xg2, mas então as Brancas conservam uma forte iniciativa com 14.♗e4 ♕h3, se quiser jogar um gambito (15.0-0-0), e para recuperar o material (15.♗xc7). Em qualquer caso, os peões centrais das Pretas são inferiores ao das Brancas, e suas peças deveriam ser, portanto, também inferiores.

13… c6 14.0-0 ♖e8 15.♖ad1 ♗d7 16.♖fe1

screen-shot-2017-02-02-at-5-02-57-pm

Uma vez impedidas … e5 e … c5, as Brancas, com as peças poderosamente centradas, tem o meio-jogo nas mãos. O plano mais simples e menos arriscado é um ataque ao flanco Rei. As Brancas, inclusive, poderiam ter iniciado com 16.♗e5! (ao invés de 16.♖fe1), com idéia de utilizar seus Bispos contra o roque das Pretas e bloquear a Dama das Pretas no centro, com b2-b4, seguido de c3-c4.
As Brancas irão debilitar e atacar o flanco Rei das Pretas. As Pretas não tem um contra-jogo perceptível depois que sua atividade no centro foi neutralizada. A partida prosseguiu com:

16… ♕a5 17.♕c2 g6 18.♗e5 ♗g7 19.h4! ♕d8 20.h5 ♕g5 21.♗xg7 ♔xg7 22.♖e5 ♕e7 23.♖de1 ♖g8 24.♕c1! ♖ad8 25.♖1e3 ♗c8 26.♖h3

screen-shot-2017-02-02-at-5-18-48-pm

As peças Brancas dominam o centro e o flanco Rei, com o posto avançado de “e5” como trampolim de assalto, suas peças pesadas estão prontas para o ataque e mate. Ameaçam 27.hxg6 e 28.♕h6+, e não é suficiente para defender com eficiência 26… ♔h8 27.♕h6 ♖g7 28.hxg6 fxg6 29.♗xg6!, nem 26… f6 27.hxg6 hxg6 28.♕h6+ ♔f7 29.♖g3! (29… fxe5? 30.♗xg6 ♖xg6 31.♕xg6+, com mate). As Pretas jogaram:

26… ♔f8

Mas sucumbiram com…

27.♕h6+ ♖g7 28.hxg6 hxg6 29.♗xg6! ♕f6 30.♖g5! ♔e7 31.♖f3!

E as Brancas ganharam facilmente.

Varela

Um comentário em “Formação Caro-Kann: O Castigo pela passividade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s